domingo, 17 de junho de 2012

Diário de um Penguin #2


Olá, pinguins, Lucas falando!
Como sabem, na última semana lancei uma história para o blog, que retrata tudo o que um pinguim vive em seu dia a dia. Neste capítulo, Bob verá uma coisa tão extraordinária, mas tão extraordinária, que chegou ao ponto de deixá-lo pasmo!


Até agora, o que sabemos de sua vida é que ele veio da Ice Penguin World, junto com sua mãe, para o Club Penguin. Deixemos que ele nos narre suas aventuras:
"Hoje sonhei em uma 'penguina' que vi no IPW (Ice Penguin World). Seu nome é Gina, e ela é simplesmente linda! Olhos belíssimos, cabelos sedosos, boca perfeita... Porém, infelizmente ela não sabe quem eu sou... Eu sempre a vi às escondidas, quando ela estava conversando com suas amigas. Mas, agora que estou preso à esta ilha estranha, que foge dos meus costumes, não posso veê-la nenhum dia se quer...
Vamos esquecê-la por um instante para eu falar um pouco do meu dia hoje... Ele foi quase todo como no script de um pinguim normal, que vive no Club Penguin, exceto pelo fato de eu ter encontrado uma gema misteriosa. Ela tinha cor esverdeada e irradiava uma luz verde, tão estranha quanto um jogo de Morro Abaixo. Assim que a toquei, ela cresceu, cresceu e cresceu até ficar do tamanho de uma montanha...
No mesmo instante pensei: "O que será isso?", "O que eu devo fazer?", "Será que descobri a peste radioativa que poderá significar o fim da raça penguiana?". E, foi aí que ela começou a rachar...
Foi neste momento que me surpreendi. Poderia ter sido tudo: ter nascido um monstro gigante, ter explodido e destruído toda essa ilha, poderia também até desaparecer de uma hora para a outra, mas..."

O Bob deixou para continuar este capítulo no Diário de um Penguin #3, então não percam, pois vários acontecimentos marcantes estão para aparecer! Não se esqueçam de comentar seus palpites!

~@LucasdeMedeiro4

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, estamos aqui por sua causa! ;)